Projeto ABEST +Beach Brasil

Todo mundo fala que a moda praia brasileira é a melhor do mundo. Basta ver um desfile para conferir que nossos estilistas são verdadeiros craques em modelar e estampar aquelas duas pecinhas… Só que mesmo com toda a fama, nossas marcas não conseguem emplacar lá fora. Uma ou outra ainda têm pontos de venda em lojas selecionadas, aparecem em alguns editoriais, mas nada muito impactante. Nem a tentativa de criar uma semana de moda dedicada ao beachwear foi à frente (o Rio Summer teve apenas uma edição em 2008).

 
Cia. Marítima

Agora, a ABEST (Associação Brasileira de Estilistas) quer fazer valer o título de melhor moda praia do mundo com o projeto +Beach Brasil. O objetivo é internacionalizar um grupo de marcas do segmento, criando uma identidade e aumentando as exportações para que a imagem das grifes nacionais seja consolidada.


Poko Pano

18 marcas fazem parte do projeto (Água de Coco por Liana Thomaz, Amir Slama, ANK Swimwear, Brigitte, Cia. Marítima, Cecília Prado Mare, Clube Bossa, Dalai Beachwear, Jo de Mer, Larissa Minatto, Lenny, Poko Pano, Salinas, Sol de Janeiro, Skinbiquini, Treza, Triya e Vix Swimwear) e o foco é investir no mercado americano e francês, os principais consumidores dos produtos, além de outros países da Europa, México e Japão.

 Poko Pano

A primeira ação aconteceu semana passada, durante o Mercedes-Benz Fashion Week, em Miami, que contou com os desfiles da Cia.Marítima, Poko Pano e ANK Swimwear e a presença de 12 marcas no salão de negócios Swim Show, que já contava com grifes brasileiras, mas agora terá projetos mais específicos.  Segundo Valdemar Iódice, presidente da ABEST, as exportações de moda praia brasileira cresceram 43% entre 2009 e 20011, o que mostra o potencial do setor. Tomara que o novo projeto impulsione ainda mais as vendas e faça um trabalho sério para consolidar a imagem de um produto que é mesmo a nossa cara!

Fotos (divulgação): desfiles da Poko Pano e Cia. Marítima na Miami Swim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.