Desfiles

Os Destaques da Alta-Costura – Outono 2013

Semana passada, a temporada de alta-costura para o outono 2013 mostrou que aquela história que a couture funciona apenas para arrancar suspiros do público e fazer as marcas venderem mais cosméticos e acessórios está ficando fora de moda…

dior-11chanel-02

Nesta estação, a proposta de várias grifes foi exatamente repensar o significado da alta-costura e afastá-la da imagem de vestidos apenas para grandes eventos. Afinal, o que há de errado em uma mulher querer um look exclusivo para ir trabalhar? Ainda que uma parcela ínfima da população possa se dar esse luxo, a demanda já é percebida, então… por que não investir?

valentino04bouchra-jarrar-02

Raf Simons, por exemplo, mostrou vários modelos para o “dia” em sua coleção para a Dior inspirada nas diversas etnias do mundo. Karl Lagerfeld, que sabe muito bem o poder das clientes Chanel, foi fundo nas várias versões de tailleurs de tweed e vestidos evasê. Na Valentino, Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli priorizaram os tecidos de padronagens masculinas em uma coleção com referências ao Renascimento e ao fundo do mar. A semi-novata Bouchra Jarrar aposta na alfaiataria em seus desfiles há algum tempo e desta vez não foi diferente, com calças, blazeres e geometrias.

giambattista-valli-13alexis-mabille07vauthier09elie-saab-12atelier-versace-13giorgio-armani-prive-16

No time da couture tradicional, valeu suspirar pelos looks românticos, delicados, diáfanos e glamurosos de Giambattista Valli, Alexis Mabille, Alexandre Vauthier, Elie Saab e Armani Privé.  Na Atelier Versace, Donatella veio com tudo nos looks ultra sensuais, com direito a Naomi Campbell na passarela para relembrar os bons tempos das poderosas top models.

schiaparelli-08viktor-and-rolf02jpg06

A semana também teve ainda a volta de Christian Lacroix com uma coleção especial para Schiaparelli, em que reinterpretou as peças clássicas da designer italiana, o retorno de Viktor & Rolf para o evento (podiam continuar fazendo só pret-à-porter) e Jean Paul Gaultier com seu já tradicional mix de fetiches e culturas, com direito até a cabelos pintados de “oncinha”. Entre um delírio e outro, a alta-costura prova que além de vender sonhos ela exibe a precisão técnica que nesses tempos de fast-fashion perdeu muito valor…

Fotos (de cima para baixo): Dior, Chanel, Valentino, Bouchra Jarrar, Giambattista Valli, Alexis Mabille, Alexandre Vauthier, Elie Saab, Armani Privé, Atelier Versace, Schiaparelli, Viktor & Rolf e Jean Paul Gaultier

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.