Negócios

Como Criar uma Marca? Passo 4: A Produção

Já falamos sobre o básico para lançar uma marca, o formato dos canais de venda e a importância do plano de negócios. Agora, vamos focar em preços e orçamento para a produção? Quando eles são bem alinhados, é meio caminho andado para o sucesso do negócio!

O primeiro passo é saber precificar. Pense em uma camiseta, por exemplo. Seu custo inicial engloba o tecido, os aviamentos, a etiqueta, talvez um silk ou uma estampa, os impostos e a mão de obra da costureira. Um cálculo aparentemente simples mas que nem sempre vai gerar o preço final. Custos como luz, maquinário, encargos trabalhistas, alugueis de lojas e até a verba do marketing também costumam ser embutidos e diluídos no valor de uma única peça, sabia? É por isso que esta conta envolve uma série de fatores que vão muito além do valor da matéria-prima.  Um erro aqui pode comprometer seriamente o futuro de uma empresa, ainda mais para quem está começando…

Depois de entender a dinâmica desta conta, é hora de selecionar fornecedores e fazer encomendas. Lembre-se que o tipo e a qualidade dos materiais que você vai trabalhar estão diretamente ligados ao posicionamento do negócio. Não adianta querer ter o tecido mais nobre se isso implica em um custo final muito acima do que seu público-alvo estará disposto a pagar. Malhas, em geral, são mais baratas do que tecidos planos, assim como o “couro” ecológico custa menos do que o couro real. Antes de bater o martelo, pesquise bastante até encontrar os produtos que mais se adéquam às suas necessidades. Com a decisão tomada, é hora fazer os pedidos dos rolos de tecido, o material para os acessórios os modelos de roupas etc. Novamente, é fundamental calcular a quantidade com muita precisão.

Para quem não tem experiência, recomendo muito contratar uma consultoria especializada, pelo menos durante os primeiros meses. Um consultor pode orientar sobre precificação e ensinar a montar orçamentos para a compra de materiais de acordo com o porte da sua marca. Por mais monótona que esta etapa possa ser, dedique bastante tempo e paciência para ela. Pode ter certeza que a recompensa por horas diante de planilhas e calculadoras vale muito a pena!

Na próxima semana, vamos conversar sobre planejamento de coleção, ou seja, como organizar o mix de peças, do lançamento à liquidação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.