O Dilema Moda x Negócios

Post

newtalents

Desde o surgimento dos conglomerados de luxo e agora com a crise econômica, a discussão entre moda x negócios nunca esteve tão acirrada. Acredito que qualquer aluno de Moda sabe que sem uma boa administração, nenhum negócio vinga. Porém, a opinião geral é que o estilista tem que apenas cuidar da parte criativa, enquanto um administrador ou gerente cuida dos negócios.  Seria simples e fácil se fosse sempre assim, ou quando você tem a sorte de encontrar um administrador com sensibilidade para a moda (como Pierre Bergé foi para Yves Saint Laurent e Robert Duffy é para Marc Jacobs).

Só que a realidade é dura e nem sempre esse entendimento acontece de cara. Uma matéria de Lauren Goldstein Crowe no The Business of Fashion fala justamente disso e ela critica duramente Jane Rapley, coordenadora da Saint Martins, e que parece endossar esse pensamento de que ao estilista cabe ser criativo apenas. Enquanto isso, uma matéria no International Herald Tribune mostra o que os estilistas de pequenas e médias marcas americanas andam fazendo para manter seus negócios diante da crise. Com certeza não é só com a criatividade que eles estão contando…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.