Semana de Moda de Milão – Prada

Post

prada07prada03

Eu sempre disse que vestir Prada não é para qualquer mulher. É para as inteligentes, as seguras de si, as que sabem seduzir sem ser óbvias. Encontrar alguém com uma bolsa ou um sapato da marca não é tão difícil, mas com as roupas… Miuccia Prada sempre encontra uma maneira peculiar de dar seu recado e desta vez ela mostrou que não é preciso se jogar nos anos 80 para exalar sensualidade ou escapar da crise. No seu outono/inverno 2009-10 o campo e a cidade se encontram. Entre botas de pescadores e tailleurs de lã ou vestidos de cintura marcada com decotes V profundos, é possível sentir seu desejo por liberdade e natureza, pela feminilidade forte que ela sempre defende.

bota-prada1bolsa-prada03

O desfile começa com os mencionados tailleurs e vestidos de lã e vai dando espaço para looks em veludo devoré, tricôs (como no micro short usado com cardigã), couro e peles – talvez a coleção mais ecologicamente incorreta da marca – tudo com fendas e decotes e em tons de marrom, vermelho, preto e vinho. Os ombros são destacados, porém de uma forma mais circular e a cintura é destacada em quase todas as peças. No final, uma onda selvagem toma conta dos vestidos em tiras de couro com tachas e bordados, lembrando uma gladiadora. Como sempre, os acessórios são de perder o fôlego: as botas vão até as coxas ou ficam abaixo dos joelhos, usadas com meias de barras viradas e uma tira prendendo-as às pernas, as sandálias tipo boneca têm saltos absurdos e um modelo com tiras de couro no salto vai roubar todas as atenções. As bolsas estão mais simples, de couro croco ou forradas de pele, ou são mini carteiras de plush com bordados, para carregar apenas o essencial, afinal, a mulher inteligente precisa de liberdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.